Professores se preparam para chegada da banda larga em 56 mil escolas públicas do Brasil

Power to the People!

Até 2010, as mais de 56 mil escolas públicas do Brasil estarão conectadas com banda larga para que a informática se torne uma ferramenta de apoio ao aprendizado de mais de 37 milhões de alunos que estudam nesses estabelecimentos. Pelo menos, esse é plano do governo federal. Porém, o grande desafio do País é ter professores capacitados para levar a tecnologia para a sala de aula.

Pelo projeto de inclusão digital na educação do governo federal celebrado com as concessionárias de telefonia fixa, 40% das 56,6 mil escolas públicas do País terão Internet rápida a partir deste ano. Uma parcela de 40% receberá acesso em 2009 e os 20% restantes até 2010. O programa atenderá 84% dos estudantes da rede de ensino público do Brasil.

Segundo especialistas, o sucesso desse programa dependerá de quanto os professores estarão preparados para lidar com as novas tecnologias que tendem a substituir a lousa tradicional. Eles afirmam que além da infra-estrutura é necessário investimentos maçiços em treinamento, uma vez que muitos educadores não têm computador em casa e nunca pilotaram esse tipo de máquina.

A responsabilidade de mudar esse panorama é do MEC (Ministério de Educação e Cultura), que anunciou que até o final de 2008 mais de 100 mil educadores de todo o Brasil estarão prontos para usar o computador como ferramenta de apoio em suas aulas. Eles passarão por um curso chamado “Introdução à Educação Digital”, que já começou em abril em alguns Estados do País e tem duração de 40 horas.

O curso ensina os professores a mexer com o computador, acessar Internet e também noções sobre aplicativos, como processador de texto, software de apresentação e sistema operacional. Eles terão também aula de mídia digital. Haverá um outro programa sobre “Tecnologia na Educação” com duração de 140 horas. Neste, a idéia é ensinar os educadores a planejar as aula utilizando as tecnologias.

A capacitação contará com aulas presenciais e online. Carlos Eduardo Bielschowsky, secretário da Seed (Secretaria Educação a Distância), informa que num primeiro momento, o treinamento será oferecido para professores de escolas públicas que tenham recebido laboratórios do ProInfo (Programa Nacional de Educação nas Escolas). Esses computadores levam diversos conteúdos e ferramentas de produtividade.

Mais informações em: www.wnews.com.br

Comments are closed.