Arquivos

Lá se vai o poeta do mar – Boa viagem Caymmi!

Um poema e uma linda canção – O Bem do Mar

Um pescador tem dois amor
Um bem na terra, um bem no mar

O bem de terra é aquela que fica
Na beira da praia quando a gente sai

O bem de terra é aquela que chora
Mas faz que não chora quando a gente sai

O bem do mar é o mar, é o mar
Que carrega com a gente
Pra gente pescar

Segundo Danielle Simões, para o JB Online, o enterro do cantor e compositor Dorival Caymmi, no Cemitério São João Batista, na Zona Sul do Rio, aconteceu em sintonia com a personalidade do mestre que se despedia: tranqüilo, suave, cheio de emoção e serenidade. O cortejo reuniu pouco mais de cem pessoas, entre fãs, artistas, e toda a família Caymmi.

Para Nei Duclós, Dorival Caymmi não canta a praia ou o mar, canta a pesca, atividade do trabalhador que arrisca a vida todos os dias no desempenho do ofício. Sua obra é um épico sobre a morte dos que lutam para sobreviver num ambiente hostil, o oceano, que atrai pela necessidade e seduz para uma armadilha mortal quando acena para o lazer em pleno expediente. O bem que o pescador tem no mar é a ilusão de que pode abandonar o trabalho enquanto navega e entregar-se ao que lhe é vedado, o prazer.

Na entrevista que concedeu à jornalista e autora de ‘Dorival Caymmi – O Mar e o Tempo’ (Editora 34), ao completar 90 anos, Caymmi nos transmite a sua receita de vida. “O sentido da vida é uma beleza que Deus criou: viver é lutar, mas também viver é viver; viver é aproveitar o que Deus manda. Deus nos dá diariamente e repete para que você não esqueça: o sol amanhece, o sol se põe, a lua faz essa viagem em torno da Terra. Essa beleza da vida natural é o grande privilégio que o homem tem. E a contemplação, sem deixar de funcionar e fazer funcionar suas sabedorias, seus conhecimentos para ajudar a si e ao seu próximo.”

Comments are closed.