A pornografia em alta

Curiosidade a mil!

Curiosidade a mil!

Na internet, crianças e adolescentes se interessam por assuntos “quentes”. Levantamento feito por serviço online para os pequenos mostra quais termos são os mais buscados na rede.

“Sexo” e “pornografia” estão entre os 10 assuntos mais pesquisados em mecanismos de busca, sites de vídeo e redes sociais. É o que indica pesquisa realizada entre crianças e adolescentes que usam o serviço OnlineFamily.Norton, da Symantec. “Sexo” ficou em quarto lugar, enquanto “pornografia” ocupou a sexta posição, ambos na frente de “Michael Jackson”, que está em 8º, e “Miley Cyrus”, em 15º.

O levantamento tem como base 3,5 milhões de buscas realizadas entre fevereiro de 2009 e julho de 2009 realizadas por usuários deste serviço de segurança, orientado para adolescentes e crianças. Para ser registrado pelo OnlineFamily.Norton, u mesmo termo precisa ser pesquisado pelo menos 50 vezes. Youtube, Google, Facebook, MySpace, além de nomes de artistas e cantores também estão nesta lista, que avaliou os 100 termos mais pesquisados. Veja a lista completa, em inglês, aqui.

Para Fabiano Tricarico, gerente nacional de vendas para varejo da Symantec, é importante que os pais procurem entender o que seu filhos visitam na Internet e quais são os interessas das crianças quando estão conectados. Pensando nisso, ele elaborou algumas dicas para diminuir a “distância digital” entre pais e filhos. Veja quais são:

  • Fique alerta com sites de conteúdo impróprio e oriente seu filhoa não interagir com os freqüentadores. Se for o caso, dê um castigo: tirar a internet ou cortar o videogame por um tempo, por exemplo.
  • Sites de conteúdo impróprio possuem poucos controles de segurança e o risco de o computador ser infectado por um vírus ou outra praga digital é bem maior. Programas para computador que bloqueiam endereços indesejados são boas saídas para evitar este problema.
  • O ideal é que o computador ocupe um local visível na casa, que tenha movimento de pessoas, como a sala de estar. Assim, sem ser enxerido, você pode dar uma espiadinha pra ver em quais águas seu filho está navegando.
  • Converse com seu filho sobre o que ele visita na internet, com quem conversa e que dados disponibiliza. Nenhuma informação pessoal deve ser exposta de forma pública, como fotos da da casa, carro da família, etc. Explique a ele que se está na rede, ficará acessível a todos.

(da Revista Pais & Filhos)

Comments are closed.