Arquivos

Repórter da RBS TV é baleada durante operação policial na serra catarinense

Pamela Marin e o policial Adão Rodrigues Mariano, que também foi atingido por um tiro, passam bem - Pablo Gomes

Pamela Marin e o policial Adão Rodrigues Mariano, que também foi atingido por um tiro, passam bem - Pablo Gomes

A repórter da RBS TV Pamela Marin foi baleada na tarde deste sábado em Bocaina do Sul, na serra catarinense. A jornalista de 26 anos acompanhava uma fiscalização de rotina da polícia ambiental sobre pesca predatória no rio Canoas, na localidade de Passo de Souza, quando foi atingida na perna por um disparo.

Além da jornalista, o policial Adão Rodrigues Mariano, 35, que acompanhava a operação no mesmo barco, foi atingido de raspão na coxa. Testemunhas dizem que os disparos partiram de um matagal.

As duas vítimas estavam em um barco por volta das 15h30min com um cinegrafista da RBS TV e mais dois policiais. Eles retiravam quatro redes do rio, quando ouviram os disparos.

Pamela conta que se abaixou para se proteger e viu que estava ferida na panturrilha. Uma das balas passou próximo à cabeça dela. A repórter foi para o outro lado do barco e percebeu que havia água entrando na embarcação:

— Foi uma chuva de tiros. Eu só consegui proteger a cabeça com as minhas mãos. Naquele momento eu imaginei que fosse morrer — diz a jornalista.

Os policiais começaram a disparar para o alto, na tentativa de assustar os atiradores. Eles conseguiram chegar à margem, e as vítimas foram levadas para o hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages.

Eles receberam atendimento médico e passam bem. O policial baleado teve alta no início da noite deste sábado.

Policiais civis e militares deslocaram patrulhas até o local para tentar localizar o autor dos disparos. A família de Pamela deve registrar boletim de ocorrência.

Fonte: Zero Hora

Comments are closed.