“O Educador precisa manter o coração pedagógico apaixonado”

Educação e Cidadania News de 21.07.2010 – 2º Bloco.

A recomendação partiu do padre Vilson Groh, presidente do Centro Cultural Escrava Anastácia de Florianópolis a profissionais de 21 Prefeituras catarinenses durante oficina de trabalho promovida pela Fundação Nacional de Saúde dia 27 de agosto de 2002.

O evento tratou do planejamento de projetos de educação em saúde e mobilização social em convênios da Funasa para a implantação de sistemas de abastecimento de água, esgoto, melhorias sanitárias domiciliares e resíduos sólidos (lixo).

Padre Vilson defende a inserção do educador nas comunidades carentes e diz que o profissional não pode ser um “técnico de balcão”.

Comments are closed.