Scheila Cristina

img_historia_scheila_gravidaFalar no programa Educação & Cidadania é lembrar de uma grande conquista. Afinal, foi um projeto que nasceu no coração da Maria Odete vindo de encontro com o meu. Não dá para esquecer a primeira reunião que fizemos na cozinha da experiente jornalista, tomando um suco e colocando no papel, o que mais tarde viria ao ao ar pela TV.

Foram meses de trabalho, pesquisa, luta por patrocínio, até que no dia 3 de maio de 1999, pela TVBV, entrava ao ar, pela primeira vez, o Educação & Cidadania, com depoimento do então ministro da Educação Paulo Renato, direto de Brasília. Foi uma grande emoção.

De lá para cá, muitas ações foram divulgadas através deste importante espaço que foi aberto na TV catarinense. Muitas reportagens marcaram minha vida, como “Ensaios para a Liberdade” com as presidiárias do Presídio Feminino de Florianópolis, o depoimento de uma menina de um orfanato que foi abandonada, que ainda hoje me faz chorar quando lembro, o engraxate da Praça da Alfândega que “trabalhava duro” para ajudar a família… sem falar das inúmeras matérias que me ensinaram muito e ainda estão na lembrança.

Há pouco mais de um ano, deixei o Programa, da qual também fui precursora, para alçar novos vôos numa área que sempre desenvolvi em paralelo: a de assessora de comunicação e marketing e também a de locutora de rádio. Agora, terei mais um papel a desenvolver, talvez o mais importante de minha vida, que é o de MÃE. Aos 5 meses de gravidez, estou aguardando a chegada do Enzo, meu primeiro filho, prevista para setembro.

O mais interessante é que na preparação deste importante papel, muito do que colocarei em prática, adquiri como produtora/repórter do Programa: ou alguém não lembra da matéria sobre formação do caráter da criança, melhores métodos de aprendizagem, o que fazer para que a criança goste da escola… São tantos assuntos interessantes neste programa…Não é a toa que em seis anos de história este programa já “ensinou” e “aprendeu” muito.

Parabéns a Maria Odete, diretora, jornalista, mãe, batalhadora, que não mediu esforços para produzir o melhor e que sempre acreditou, assim como eu, que a EDUCAÇÃO é a base de tudo.